Escaladas.com.br

Até o momento, temos 6.684 vias cadastradas em 1345 locais de 355 cidades de 24 estados brasileiros.

Dados da Via Minas Gerais > Jacinto > Torre Maior de Santa Maria do Salto > Homens de Pouca Fé

Ampliar imagem Homens de Pouca Fé
André Ilha na conquista de Homens de Pouca Fé.
Foto: Miguel Freitas
Ampliar imagem Homens de Pouca Fé
Miguel Feitas na conquista de Homens de Pouca Fé.
Foto: André Ilha
Homens de Pouca Fé Imprimir informações da via
D2 5º VIsup A2
Cadastrada por: André Ilha, em 11-12-2021 às 23:06
Modalidade: tradicional
Tipo de via: principal
Face: sul
Tipo de escalada predominante: agarras
Extensão: 160 metros
Data da conquista: 11/08/2004
Descrição: Uma escalada bastante diversificada, que levou ao cume até então virgem da Torre Maior.
Ela começa com um lindo diedro voltado para a esquerda, bem protegido por friends diversos e quase todo feito em oposição (III/IIIsup, com crux de IVsup). No final do diedro, um grampo protege a saída para a direita e, depois, a via continua para cima em agarras, uma sequência com proteção em grampos que é o crux e leva ao grampo de P1.
Dali, uma fácil horizontal para a direita leva a outro lance para cima que conduz à base de uma espécie de chaminé que, com pro em dois friends médios, é outro lance difícil (VI). Este leva a um grande buraco e uma sólida costura em um nut de cabo, e o buraco é então contornado pela esquerda, seguido de uma fácil horizontal para a direita e de uma fenda para 2 friends grandes. Continue em diagonal para a direita até um grampo e, depois, um bonito lance para cima e para a direita conduz a uma óbvia fenda que termina em um ótimo platô com um grampo (P2)
Continue em agarras para cima com dois grampos e por um curto artificial com dois parafusos e um grampo. Um bonito lance vertical de agarras para cima, e uma horizontal fácil para a esquerda com pro em dois grampos, levam a um trecho muito liso e íngreme, de cerca de 15 m, que foi vencido em artificial com cinco parafusos, dois cliffs de agarras, três parafusos, outro cliff de agarras, outro parafuso e, por fim, uma parada dupla com grampos (P3).
Segue-se uma longa horizontal/diagonal para a esquerda em agarras com proteção em vários grampos, mais difícil do que parece quando vista de baixo. Finalmente, uma sequência para cima, também com proteção em grampos e com rocha um pouco suja e quebradiça, leva ao final da escalada, com parada em uma boa árvore (P4).
O cume da montanha é bem amplo, e dele se tem uma vista belíssima das demais montanhas da região, com destaque para a Torre menor bem ao lado e para a Pedra Redonda e o o seu Pontão um pouco mais ao longe. Tem livro de cume.
Coordenadas: -16.334255997780033,-40.20439072576336
Equipamento mínimo necessário:
  • 1 jogo de Camalots do .3 ao 5.
  • 1 jogo de nuts de cabo.
Conquistadores (em ordem alfabética):
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Encontrou algo errado? Clique aqui

Outras vias cadastradas neste local

Conexão Piauí
Vsup
Acessar