Escaladas.com.br

Até o momento, temos 6.758 vias cadastradas em 1365 locais de 360 cidades de 24 estados brasileiros.

Localização do local

Dados do local Minas Gerais > Ferros > Parede Principal – Setor Clássicas Longas

Ampliar imagem Parede Principal – Setor Clássicas Longas
Foto: Pedro Bugim
Ampliar imagem Parede Principal – Setor Clássicas Longas
Parede Principal - Setor Clássicas Longas - esquema de trilhas
Parede Principal – Setor Clássicas Longas
Cadastrada por: Luciano Bender, em 17-02-2019 às 00:01
Descrição: A Parede Principal é uma das principais atrações para os escaladores que visitam Ferros. Também conhecida como "Paredes de Aço", conta com vias entre 18 e 220 metros. Esta parede colossal possui cerca de dois quilômetros de extensão, desde sua extremidade direita (Setor Clássicas Curtas) à sua extrema esquerda (Setor Clássicas Longas), com vias de praticamente todos os tipos.

A predominância é de vias em agarras e ótimos abaulados / buracos, conferindo ao escalador lances bem estéticos. Como não poderia deixar de ser, estas paredes apresentam também boas passadas em aderência.

O interessante é o fato de a parede apresentar vias curtas e longas, ambas, tanto com graduações elevadas, quanto com graduações bem simplórias, agradando a todos os gostos.

SETOR CLÁSSICAS LONGAS

Setor da Parede Principal que concentra as maiores vias do Vale do Roncador, com rotas de até 220 metros de extensão, como é o caso do Pr. "Eu Não Sou de Ferro".

Predominância de vias em agarras e buracos, com destaque para o grande negativo existente no meio da parede, que abriga vias longas e de alta graduação, com mais de três enfiadas de corda, contando inclusive com a via mais difícil do polo, o "Pr. Conrado Ferro".

Destaque ao Paredão "CEM" - via com quatro enfiadas e que segue uma linha natural impressionante, e ao Paredão "Trio Elétrico", que possui uma grande diversidade de técnicas em sua extensão (agarras, aderência, cristaleiras, buracos, etc), com lances muito bonitos.

Outra opção interessante é a via "Ih, Ferrou!", por contar com proteção mista, obrigando o escalador a realizar pelo menos três lances protegendo com materiais móveis, em fendas sólidas e buracos perfeitos, ou a via "Rio de Mão Dupla", que, com 140 metros, conta com apenas dois grampos, sendo todo o resto em móvel.
Como chegar à base: Para acessá-lo é necessário seguir a trilha principal do Vale do Roncador por cerca de dois quilômetros, sempre beirando o córrego de mesmo nome. Após cruzar o rio por duas vezes, passar por uma tronqueira e contornar um pasto, é necessário pegar uma bifurcação à direita, subindo em diagonal. Em certo ponto, ao encontrar uma laje de pedra com um filete de água escorrendo, vindo da direita, pode-se seguir por ele (cuidado para não escorregar!) ou seguir pelo barranco à esquerda.
Fonte: VERGNANO, Pedro Bugim Ruel; MAGALHÃES, Antonio Carlos; GOMES, Celso José Ferreira. Guia de Escaladas de Ferros/MG. Rio de Janeiro: Ed. dos autores, 2018. Disponível em http://www.grupounicad.com.br/pedro/Guia_Ferros.pdf
Coordenadas: -19.296861350684512,-42.97793677059809
Encontrou algo errado? Clique aqui

Vias cadastradas neste local

A Dois Passos do Paraíso
6º VIIc E1
Acessar
À Francesa
D1 2º IIsup E3
Acessar
Arco de Ferros
VIIa
Acessar
Atalho dos Duendes
3º III E1
Acessar
Até Que a Vida Nos Separe
D1 3º IVsup E1
Acessar
Paredão CEM
D1 4º V E1
Acessar
Conquista do Paraíso
D2 6º VIIa E1
Acessar
Conrado Ferro
7º VIIIc
Acessar
Engatilhados
D1 3º IV E1
Acessar
Eu Não Sou de Ferro
D1 5º V E1
Acessar
Grand Finale
Vsup
Acessar
Ih, Ferrou!
D1 4º VI E2
Acessar
Jardim do Éden
D2 6º VIIa E1
Acessar
O Nome da Rosa
D1 4º IVsup E1
Acessar
Variante Pilhado
3º Vsup E3
Acessar
Purgatório
6º VIIIb
Acessar
Quarto 304
D1 2º IIsup E1
Acessar
Quem com Ferro Fere
5º V E1
Acessar
Retorno de Jedi
D1 4º IVsup E2
Acessar
Rio de Mão Dupla
D1 3º VI E4
Acessar
Variante SEM
VIsup
Acessar
Tanto Bate Até Que Fura
6º VIIa E1
Acessar
Trem de Ferro
3º V E2
Acessar
Trio Elétrico
D1 4º VI E2
Acessar
Up Ester
D1 5º Vsup E1
Acessar